Quarta-feira - 
14/11/2018

Controle de Processos

Insira seu usuário e senha para acesso ao software jurídico

News

Newsletter

Cotação Monetária

Moeda Compra Venda
DOLAR 3,78 3,78
EURO 4,26 4,26
LIBRA ES ... 4,89 4,89

Presidente do STF prorroga cooperação do CNJ com a Childhood Brasil para enfrentamento da violência sexual contra crianças e adolescentes

O presidente do Supremo Tribunal Federal (STF) e do Conselho Nacional de Justiça (CNJ), ministro Dias Toffoli, assinou nesta sexta-feira (9) aditivo que prorroga por dois anos o termo de cooperação técnica entre o CNJ e a organização não governamental Childhood Brasil para a realização de ações relacionadas ao enfrentamento da violência sexual contra crianças e adolescentes. A cerimônia, realizada no Tribunal de Justiça de São Paulo (TJ-SP), contou com a presença da rainha Silvia, da Suécia, fundadora e presidente honorária da World Childhood Foundation, e do presidente do TJ-SP, desembargador Manoel de Queiroz Pereira. Em 2013, o CNJ iniciou a oferta de curso elaborado em parceria com a Childhood Brasil para efetivar nos Tribunais de Justiça a criação de serviços especializados para a oitiva de crianças e adolescentes vítimas ou testemunhas de violência e de abuso sexual, o chamado depoimento especial. Toffoli explicou que a metodologia, testada cientificamente, é aplicada por equipe multidisciplinar com o objetivo principal de evitar a revitimização da criança ou do adolescente e contribuir para a fidedignidade do depoimento. O presidente do STF informou que, atualmente, 24 dos 27 tribunais estaduais já contam com local apropriado para oitiva de crianças e adolescentes. Segundo ele, mais de 700 servidores foram capacitados na metodologia. Anualmente são oferecidas vagas para cursos a distância com 40 horas/aula e apoio de tutores especializados no tema e grande experiência na realização de entrevistas forenses. “A prorrogação do acordo permitirá que o CNJ e a Childhood Brasil possam dar continuidade aos projetos na área da infância e da juventude, ampliando a oferta de capacitação e contribuindo para a efetiva implementação dessa política pública, que é prioridade absoluta como consta na nossa Constituição Federal”, afirmou o ministro Dias Toffoli.
09/11/2018 (00:00)
Visitantes:  59928
© 2018 Todos os direitos reservados - Certificado e desenvolvido pelo PROMAD - Programa Nacional de Modernização da Advocacia